River Plate quebra domínio de Sergipe e Confiança e leva 2 títulos do Sergipano

O extindo clube conquistou as duas primeiras taças da última década

Publicado em .

O extindo clube conquistou as duas primeiras taças da última década

Aracaju, SE, 27 (AFI) - A última década do Campeonato Sergipano teve um claro domínio de Sergipe e Confiança. Cada um, conquistou três títulos, sendo desbancados nos dois primeiros anos para o extinto River Plate, Itabaiaba e, na última temporada, para o Freipaulistano.

O River Plate vinha em uma grande fase. Conquistou dois títulos e chegou ao menos até a semifinal nos dois anos seguintes, mas, sem recursos, teve que fechar as portas, desapontando muitos torcedores que acompanhavam sua ascensão.

O Sergipe é o maior campeão com 35 conquistas no total, na frente de Confiança, com 21 e Itabaiana, com dez.

River Plate foi campeão em 2010 e 2011
River Plate foi campeão em 2010 e 2011
Confira os campeões da última década:

2010 - RIVER PLATE
Em 2010, o River Plate dominou o torneio do início ao fim. Terminou a primeira fase na liderança e, depois, levou também o Quadrangular Final, ficando com a taça, superando Confiança, Olímpico e Itabaiana.

2011 - RIVER PLATE
O River Plate conquistou o bicampeonato em 2011, ano de mudança de fórmula. A Primeira Fase foi dividida em dois grupos de cinco. Mesmo assim, o xará do famoso clube argentino terminou na liderança.

O mata-mata foi sofrido. Após passar pelo Guarany, fez a decisão com São Domingos. Na ocasião, foram três jogos, todos empatados. Com isso, o duelo foi para os pênaltis, com triunfo por 5 a 4. Bibi e Cristiano Alagoano foram os destaques da conquista.

2012 - ITABAIANA
Em 2012, foi a vez do Itabaiana ser campeão. O Tremendão liderou seu grupo e encontrou o River na semifinal. Passou após empate por 0 a 0 e triunfo por 1 a 0, numa espécie de final antecipada. Na decisão, fez 4 a 1 no primeiro jogo e segurou um empate sem gols na volta para selar o título. Na ocasião, a equipe só colocou dois jogadores na seleção dos melhores: o zagueiro Valdson e o meia Bruno Iotti.

2013 - SERGIPE
O ano de 2013 foi o início do domínio de Sergipe e Confiança. O Vermelhinho liderou a primeira fase com folga, passou pelo Lagarto na semifinal e derrotou o River Plate na decisão. O lateral Carlinhos foi o craque do campeonato. Fábio Cambalhota foi outro destaque.

2014 - CONFIANÇA
Em 2014, a fórmula novamente foi alterada. Começou uma fase prévia, com apenas um grupo de dez times na segunda etapa. O Confiança ficou em segundo, mas eliminou Estanciano e Socorrense, este na decisão, para se sagrar campeão. Leandro Kível, com 14 gols, foi o artilheiro do torneio.

2015 - CONFIANÇA
O bi do Confiança foi em 2015. A fórmula passou para grupos novamente. O Dragão liderou o seu e passou pelo Quadrangular com sobras aos fazer 18 pontos, contra sete do Estanciano, segundo. Foi campeão com goelada por 4 a 0.

2016 - SERGIPE
O Sergipe desbancou todo mundo em 2016. Após fazer apenas a quarta campanha da primeira fase, foi para a final em segundo no Hexagonal. Na final, derrotou o Itabaiana por 1 a 0, e 1 a 1, com uma equipe que se destacou mais pelo coletivo do que pelo individual.

2017 - CONFIANÇA
O Confiança conquistou o tri da última década liderando a primeira fase, ficando em segundo no Hexagonal e se sagrando campeão ao bater o Itabaiana, fora de casa, por 1 a 0, com gol de Thiago Silvy, após empate por 1 a 1, na partida de ida.

2018 - SERGIPE
O Sergipe deu o troco em 2018. O Vermelhinho liderou a primeira fase, ficou em segundo no Hexagonal e, mais uma vez, passou pelo Itabaiana por ter a melhor campanha, já que ficaram no 1 a 1 e 0 a 0.

2019 - FREIPAULISTANO
O Itabaiana conheceu seu quarto vice-campeonato seguido em 2019. Desta vez, perdeu para o Freipaulistano na decisão. O time de Frei Paulo ficou em quinto na fase inicial, avançou no Hexagonal na liderança e derrotou o Tremendão por 2 a 1 e 3 a 1.