Sequência de 5 jogos sem derrota do Cruzeiro não entusiasma Henrique

A equipe mineira conseguiu bons resultados nas últimas rodadas, mas ainda está na zona do rebaixamento

Publicado em .

A equipe mineira conseguiu bons resultados nas últimas rodadas, mas ainda está na zona do rebaixamento

Belo Horizonte, MG, 22 (AFI) - O volante Henrique não se entusiasma com os cinco jogos sem derrota do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro. Para o capitão, a equipe precisa ter cautela nas próximas rodadas, na busca por evitar o rebaixamento.

"Ter a retomada é importante para nós, depois de um período sem vencer. Vencemos duas, uma em casa, outra fora (São Paulo e Corinthians). É importante e tomara que tenhamos mais semanas desta maneira na sequência", comentou Henrique, nesta terça-feira.

"Sair da zona de rebaixamento será questão de tempo pelo que estamos produzindo. Claro que os resultados lá atrás não vieram, mas merecíamos mais. Então, agora é jogo após jogo. Vamos pensar no Fortaleza, concentrar nossas forças neste jogo para ter um avanço ainda maior", disse o capitão.

O meio-campista, um dos líderes do atual elenco, aproveitou para analisar o próximo jogo, que será às 21 horas de sábado, no Mineirão, frente ao Fortaleza. "Temos de estar atentos, a competição está no final e agora todos os adversários almejam alguma coisa, alguns na parte de cima, outros na de baixo. Então, temos de vencer para tirar o Cruzeiro desta situação. A gente tem uma chama acesa. Antes, por mais que lutássemos a coisa não acontecia. Agora, vamos procurar seguir no bom caminho."

Henrique ainda não sabe quem será seu companheiro na marcação das jogadas do adversário, pois Éderson recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Corinthians e terá de cumprir suspensão.

"Éderson vive um grande momento, despontou quando a gente não estava bem. Mas o mais importante é que quem entrar será para dar o melhor. Quando o Éderson está, ele sai mais e eu fico mais, pois ele tem força e ajuda bastante o pessoal da frente. Não podemos sobrecarregar os zagueiros. E ele tem participado das jogadas ofensivas. E, sem ele, vamos trabalhar da melhor forma para poder encarar o Fortaleza."