Copa Paulista: Em 'nova' posição, meia foca em manter liderança do XV de Piracicaba

Danilo Bueno cita aprendizados do duelo em que foi o autor do gol da vitória nos minutos finais

por Agência Futebol Interior

Piracicaba, SP, 19 (AFI) - Aos 35 anos e com muita experiência adquirida ao longo de sua carreira, Danilo Bueno assumiu a responsabilidade de pegar a bola para a cobrança do pênalti aos 48 minutos do segundo tempo na partida diante do Velo Clube, no último dia 12, sexta-feira, no Estádio Municipal Barão da Serra Negra, em Piracicaba. O meio-campista deslocou o goleiro adversário e com isso fez o gol da vitória que manteve o XV de Piracicaba na liderança do grupo 2 da Copa Paulista, com oito pontos.

“Tanto eu quanto o Kadu (Barone), o próprio (Raphael) Macena, treinamos esse tipo de lance. Em todos os clubes que passei, fui o cobrador. Acredito que é uma questão muito psicológica também. O atleta tem que estar se sentindo bem naquele instante. Eu me sinto preparado para isso, como sei que há outros jogadores no elenco que podem cumprir esse papel”, disse Danilo Bueno, que tem desempenhado uma função diferente da qual vinha fazendo no Paulistão A2.

Danilo Bueno cita aprendizados do duelo em que foi o autor do gol da vitória nos minutos finais (Foto: Michel Lambstein)
Danilo Bueno cita aprendizados do duelo em que foi o autor do gol da vitória nos minutos finais (Foto: Michel Lambstein)
“Nesse campeonato, apesar de estar jogando com a camisa dez, não tenho atuado como um meia, ao lado do Cássio Gabriel, e sim como um volante, ao lado do Fraga. Não é uma improvisação ou uma coisa nova para mim, pois já joguei desta forma. É apenas diferente, na qual minhas principais obrigações são marcar e dar qualidade no passe na saída de bola”, externou o atleta, capitão do time comandado por Tarcísio Pugliese.

PARA MELHORAR
Sobre o triunfo na rodada anterior, Danilo Bueno destaca os obstáculos enfrentados.

“Com certeza, foi o jogo mais difícil que tivemos até o momento. Foram muitas as dificuldades, principalmente no primeiro tempo. No segundo, rendemos mais e, desta forma, criamos mais oportunidades. No entanto, o gol só saiu no fim. Devemos no preparar e nos atentar a tudo o que o Tarcísio nos passa. Foram muitos aprendizados nesse confronto”, analisou.

As lições aprendidas poderão ser colocadas em prática no embate válido pela quinta rodada da competição, contra o Noroeste, às 10h00 do próximo domingo, 21, no estádio Doutor Alfredo de Castilho, em Bauru. Abaixo do Alvinegro Piracicabano na tabela de classificação da chave aparecem: Inter de Limeira, com a mesma pontuação e atrás nos critérios de desempate; Rio Claro (sete pontos); Atibaia (cinco pontos); Norusca (três pontos); e Velo Clube (um ponto).