Campeão mundial se emociona ao receber da CBF uma réplica da Jules Rimet

Homenagem partiu da CBF e deixou o ex-meia Mengálvio emocionado aos 80 anos na cidade de Santos

por Agência Futebol Interior

Santos, SP, 3 (AFI) - Campeão mundial pelo Brasil em 1962 no Chile, Mengálvio viveu um dia de muita felicidade em Santos, onde mora até hoje. Ex-companheiro de Pelé, no Santos e na Seleção Brasileira, ele tem 80 anos e recebeu da CBF uma réplica da Taça Jules Rimet. A mesma taça que o Brasil conquistou, em definitivo em 1970, após o tri no México e que depois roubada e ser derretida por causa do ouro.

Mengálvio Pedro Figueiró, mais conhecido como Mengálvio, atuava como meia. Revelado pelo Barriga Verde, um clube de sua cidade natal (Laguna em Santa Catarina), foi ainda bicampeão

Mangálvio recebe réplica da Jules Rimet
Mangálvio recebe réplica da Jules Rimet

mundial interclubes e bicampeão da Copa Libertadores pelo Santos. Depois defendeu o Grêmio e encerrou a carreira no Millionários da Colômbia.

Confira abaixo o comunicado dele no Facebook:

"58 anos depois de conquistar o bicampeonato mundial com a seleção brasileira, hoje pela manhã fui surpreendido com um presente maravilhoso que me fez relembrar um momento único em 1962.

A réplica da taça Jules Rimet que representa um marco na minha carreira como atleta.

Agradeço a @cbf_futebol por proporcionar essa sensação novamente"