Remo demite treinador após goleada humilhante na Copa do Brasil

Na noite desta quinta-feira, o Leão foi goelado pelo Brusque, por 5 a 1, e se despediu da competição nacional

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 21 (AFI) - Rafael Jaques não é mais técnico do Remo para a sequência da temporada, que ainda tem o restante do Campeonato Paraense e o Campeonato Brasileiro da Série C. Ele não resistiu à eliminação na Copa do Brasil.

Na noite desta quinta-feira, o Leão foi goelado pelo Brusque, por 5 a 1, e se despediu da competição nacional ainda na segunda fase. O comandante, portanto, deixa a equipe nortista após menos de três meses de trabalho e sete partidas.

No período, ele conquistou cinco vitórias e duas derrotas, deixando o Remo na terceira colocação geral do Campeonato Paraense. Uma boa campanha na Copa do Brasil, porém, era essencial até para encher os cofres do Leão.

Rafael Jaques — Foto: Samara Miranda/Remo
Rafael Jaques — Foto: Samara Miranda/Remo

Vindo de grande desempenho pelo São José-RS, pelo qual conquistou Copa Paulo Sant'Ana, Recopa Gaúcha e título do Interior do Gauchão, além de um acesso na Série D do Brasileiro, o treinador era questionado pelas performances pouco convincentes. Além disso, a derrota para o rival Paysandu também pesou para a decisão.

"O Clube do Remo informa que o técnico Rafael Jaques não permanecerá como treinador do Leão para o restante da temporada. A diretoria azulina trabalha para anunciar novo treinador em breve", divulgou o Leão.