Tiãozinho abafa suposta crise com Sérgio Carnielli na Ponte: 'Afastar oportunistas'

Atual mandatário da Macaca descartou qualquer rumor de intriga com o presidente de honra

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 10 (AFI) - Sebastião Arcanjo evitou dar ouvidos aos rumores de início da crise política na Ponte Preta, conforme divulgado em primeira mão pelo Portal Futebol Interior nesta semana.

O atual mandatário da Macaca, em entrevista à Rádio Bandeirantes de Campinas, afastou qualquer possibilidade de atrito com Sérgio Carnielli, presidente de honra do clube e de volta aos bastidores do Estádio Moisés Lucarelli desde novembro de 2019.

Tiãozinho descartou crise política na Ponte Preta - Carlos Velardi / EPTV
Tiãozinho descartou crise política na Ponte Preta
"A vida nossa está sempre submetida a pressões e tensões, sobretudo quando o resultado não vem dentro de campo. Então as pessoas fazem os seus comentários e interpretam. Eu prefiro continuar trabalhando, sabe? Eu acho que esse é um momento para a gente juntar forças. Eu acho que é um momento para a gente afastar os oportunistas", disparou Tiãozinho.

"Há pessoas que estão sempre esperando que as coisas aconteçam realmente por algum tipo de motivação, mas sou uma pessoa experiente. Sei lidar com esse tipo de pressão e momento adverso. Eu penso que é hora de pensar grande. Ou seja, é somar todas as forças e energias positivas, porque nós temos dois jogos importantes daqui para frente", continuou.

CRÍTICAS

Arcanjo, aparentemente incomodado com o questionamento, voltou a criticar os pontepretanos que tentam trazer clima de instabilidade no Majestoso.

"É levar ou trazer instabilidade à Ponte Preta... Essa pergunta eu quero deixar aqui no ar: a quem interessa promover essa instabilidade na Ponte Preta? Se alguém me disser que a Ponte ganha com isso, beleza. Eu entendo que não. Eu acho que isso atrapalha e não ajuda. Obviamente, os nossos adversários devem estar comemorando", lamentou.