Presidente do Paraibano dá exemplo e repassa doação da CBF aos clubes e a arbitragem

Michelle Ramalho não quis a quantia destinada à Federação e repassou os R$ 120 mil

por Agência Futebol Interior

João Pessoa, PB, 07 (AFI) - A presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Michelle Ramalho, deu um exemplo que poderia ser muito bem seguido pelos outros mandatários. Toda Federação recebeu R$ 120 mil da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A entidade paraibana dividirá essa quantia entre clubes e arbitragem.

"A Presidente da Federação Paraibana de Futebol, Michelle Ramalho, observando a crise no setor futebolístico Paraibano tomou medidas para apoiar financeiramente doando o dinheiro dado pela CBF para a Federação Paraibana de Futebol, valor de R$ 10 mil, para cada um dos dez Clubes que estão participando do Campeonato Paraibano de Futebol 2020 da primeira divisão", diz a nota oficial.

Presidente mão aberta. (Foto: FPF / Divulgação)
Presidente mão aberta. (Foto: FPF / Divulgação)

A arbitragem ficará com os R$ 20 mil restantes da doação feita pela CBF. No texto oficial da FPF, porém, há um erro em que o valor mencionado para a arbitragem é de R$ 10 mil.

"Além dos clubes, será doado, R$ 10 mil (R$ 20 mil, na verdade), aos árbitros do quadro da Federação Paraibana de Futebol".

A CBF, na última segunda-feira, informou que destinará R$ 19 milhões a clubes das Séries C e D do Brasileirão, além das Séries A1 e A2 do Brasileirão Feminino.

Os clubes da Série C, por exemplo, receberão R$ 200 mil, os da Série D ganharão R$ 150 mil.

Na Paraíba, Botafogo, Treze, Campinense e Atlético serão os beneficiados, além, do Auto Esporte por disputar o nacional feminino.