Cria do Fluminense, atacante do Náutico agenda cirurgia e deve voltar apenas em 2021

"Foi uma lesão grave no joelho direito", afirmou o vice-presidente médico alvirrubro, Múcio Vaz

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 02 (AFI) - Um dos mais afetados pela pandemia de covid-19, que forçou a paralisação do futebol nacional, foi Matheus Carvalho, atacante do Náutico.

Ele se lesionou em 19 de fevereiro, em confronto com o Botafogo, pela Copa do Brasil, quando teve uma ruptura quase completa do ligamento cruzado anterior do joelho direito.

Por conta do cenário causado pela nova doença, ele só será operado nesta quinta-feira, 4, 106 dias após o problema. O vice-presidente médico alvirrubro, Múcio Vaz, explicou o cenário.

“A intenção era dar um mês de recuperação antes da cirurgia, mas por causa da pandemia esse prazo aumentou. Foi uma lesão grave no joelho direito. A cirurgia desta quinta-feira vai ser para reconstruir o ligamento cruzado anterior. Ele deve passar de seis a sete meses se recuperando. Então, tudo indica que só voltará aos gramados em 2021", disse o médico ao Diario de Pernambuco.

Matheus Carvalho — Foto: Léo Lemos / Náutico
Matheus Carvalho — Foto: Léo Lemos / Náutico
Matheus Thiago de Carvalho, 28, é cria do Fluminense e já atuou por Joinville, Atlético-GO, Paraná e ABC, além do francês Monaco e o estadunidense Fort Lauderdale Strikers. Está no Náutico desde 2019, tendo marcado nove gols em 28 partidas.

TEMPORADA
O Timbu aparece na quarta colocação do Campeonato Pernambucano, com 12 pontos em oito rodadas, posição que garantiria uma vaga ao mata-mata; e no terceira lugar do Grupo B, com 11 pontos em sete jogos, e estaria avançando às quartas de final da Copa do Nordeste.

A equipe dos Aflitos, porém, caiu ainda na segunda fase da Copa do Brasil, estágio em que acabou eliminada pelo Botafogo - 4 a 3 para o Botafogo, no Recife, nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal. Ainda terá toda a disputa da Série B do Brasileiro.