Andrés volta a criticar a arbitragem após empate do Corinthians com o Fortaleza

Após a partida, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, usou seu perfil no Twitter para se manifestar sobre o caso.

por Agência Estado

Fortaleza, CE, 3 (AFI) - O Corinthians visitou o Fortaleza nesta quarta-feira pela abertura da 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro e ficou no 0 a 0 com o adversário cearense e segue no meio da tabela. Apesar do empate sem gols, a partida teve arbitragem polêmica no Castelão.

Especialmente por causa de um suposto pênalti não marcado em Gabriel, aos 12 minutos do segundo tempo, quando o volante foi atingido pelo meio-campista Felipe dentro da área.

Após a partida, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, usou seu perfil no Twitter para se manifestar sobre o caso.

"Mais uma vergonha da arbitragem contra o Corinthians. Vergonha", escreveu o mandatário alvinegro, que já havia reclamado da arbitragem no recente empate contra o Grêmio.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS

MAIS POLÊMICAS
O juiz do confronto foi Bráulio da Silva Machado, de Santa Catarina. O jogo, aliás, teve mais polêmicas em relação à arbitragem. Aos 32 minutos da segunda etapa, o centroavante Jô foi expulso após consulta ao VAR. Ele atingiu Felipe em disputa na área do Fortaleza e, na interpretação da arbitragem, tentou agredir o volante adversário.

A igualdade numérica só veio aos 50 da etapa final, quando o lateral-esquerdo Bruno Melo foi expulso após entrevero com o volante Xavier na área. Logo após o cartão vermelho, o jogo foi encerrado e a confusão se instaurou na saída dos times para o vestiário.

SÓ EMPURRÕES
Apesar de empurrões por parte de atletas dos dois times, não houve maiores consequências. Lateral-esquerdo do Corinthians, Fábio Santos falou sobre o empate frente ao Fortaleza.

"Jogo muito disputado, com duas equipes que se encontram no meio da tabela. Sabíamos que era direto, não podíamos perder o jogo de maneira alguma. O primeiro tempo foi um pouco mais jogado que o segundo, que foi um pouco mais pesado", avaliou o jogador.

"Não conseguimos manter a posse da bola. Mas acredito que, pela situação do jogo, de ter terminado com um a menos... Óbvio que queríamos a vitória para brigar por outras coisas no campeonato".

OBJETIVO ERA A VITÓRIA
"Eram importantes os três pontos por isso, mas aos poucos vamos ganhando confiança, pontuando, para tentar a primeira parte da tabela", analisou o experiente atleta ao deixar o campo, em entrevista ao Première.

Com o resultado, o Corinthians fica no décimo lugar do torneio, tendo somado 30 pontos em 24 partidas, com saldo negativo de quatro gols. Já o Fortaleza aparece imediatamente à frente, com a mesma pontuação e o mesmo número de jogos, mas saldo positivo de dois gols.