Campeão do mundo em 2002 faz desafio do bem e doa 200 cestas básicas

Rivaldo pede auxílio para famílias atingidas pela pandemia do coronavírus: "Duro passar fome"

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 28 (AFI) - O pentacampeão mundial com a Seleção Brasileira Rivaldo decidiu lançar um desafio solidário em meio à pandemia do novo coronavírus que assola o Brasil e o mundo. O ex-meia decidiu doar 200 cestas básicas a uma igreja em Paulista, Pernambuco, cidade onde passou boa parte da infância e adolescência.

Ele iniciou o desafio pelo atacante Fernandinho, com passagens por São Paulo, Flamengo, Grêmio e que atualmente joga pelo Dangdai Lifan, da China. Rivaldo aproveitou para reforçar a necessidade do isolamento social para impedir o avanço do Covid-19.
Rivaldo faz desafio solidário (Foto: Reprodução)
Rivaldo faz desafio solidário (Foto: Reprodução)

"Fala, meu amigo Fernandinho. A gente fez muitos desafios essa semana, mas hoje quero fazer outro desafio. Quero desafiar a doar 200 cestas básicas. Eu vou doar 200 cestas básicas para a igreja do amor, em Paulista, para que pessoas que estão em casa, passando por um momento difícil. Eu estou falando para você, mas eu quero que todos os jogadores do Campeonato Brasileiro, aos que jogam fora do Brasil, todos os jogadores campeões do mundo em 1994 e em 2002 possam ajudar. Um pouco de brincadeira, mas que vai ajudar muita gente. Você pode ajudar no seu bairro, para as pessoas que estão na favela", disse.

MOMENTO DELICADO

Rivaldo fez questão de lembrar dos privilégios que usufrui atualmente, que facilitam em momentos como esse, mas dos quais muitas pessoas não têm acesso.

"Hoje eu posso ficar em casa. Eu posso ligar no mercado e o mercado trazer. Ontem aconteceu isso aqui, em Orlando, nos Estados Unidos. Minha esposa ligou e rapidamente as compras chegaram. Mas há 20 e poucos anos eu não poderia fazer isso. Eu estava em Paulista, eu estava nas praias vendendo coxinha, picolé sonho, para poder ter o café da manhã, o café da tarde, para ter o que comer".

"Então imagino o que as pessoas estão passando. E as pessoas falando: fique em casa. Não é fácil ficar em casa com fome. Olhar para seus filhos, para sua mãe e ficar em casa. Então eu queria pedir a todos: façam. Para que as pessoas possam ficar em casa e não serem contaminados com esse vírus", disse, antes de completar.

CONFIRA O APELO DE RIVALDO

Espaço incorporado por HTML (embed)