Luto! Morre ex-ponta do Guarani que fez história no futebol acreano

O paulista teve passagem pelo Londrina e também pelo Guarani entre outros clubes antes de chegar ao Acre

por Manoel Façanha

Nino: um amante do futebol
Nino: um amante do futebol

Rio Branco, AC, 21 (AFI) - O futebol acreano está de luto. Morreu no início da noite desta segunda-feira (20), na cidade Goiânia, o ex-jogador e técnico José Aparecido Pereira dos Santos (foto), o Nino, 64 anos, vítima de Infarto do miocárdio.

Ele ainda mantinha contato com ex-companheiros do Guarani, de Campinas, como o ex-zagueiro Estevam Soares. E participava de um grupo Zap com os ex-amigos.

PAULISTA NO ACRE
Natural da cidade paulista de Santo Expedito, a mais de 600 km de São Paulo, Nino teve passagem pelo Londrina/PR (1975) e também pelo Guarani/SP ( da base em 1972 até 1974) e entre outros clubes antes da sua chegada ao Acre no final da década de 1970 para vestir a camisa do Rio Branco FC.

Mas logo depois reforçou o arquirrival Juventus, clube o qual encerrou carreira para virar treinador do Internacional do Ipase e também do Independência, ambos do Acre. Passou ainda

Nino, com camisa do Guarani, atrás de Oscar
Nino, com camisa do Guarani, atrás de Oscar

pelo Rio Branco, onde conquistou o título estadual de 1994.

UM ECLÉTICO
Com formação acadêmica no curso de Educação Física, Nino, além de professor, militou como treinador de esporte de quadra, presidiu a Federação Acreana de Futsal (Fafs) e ainda encontrou tempo para comentar jogos pela Rádio Difusora Acreana.

Nino era professor do curso de Educação Física da Universidade Federal do Acre (Ufac) e deixa a esposa Marilza e os filhos Marcos Paulo e Gabriela.

Nino jogou no Londrina antes de chegar ao futebol do Acre
Nino jogou no Londrina antes de chegar ao futebol do Acre